FAP

Education Policy

Cor: 
#c21d24
Eleições Autárquicas 2021 - 10 Propostas para a Juventude

Eleições Autárquicas 2021 - 10 Propostas para a J

Diário Academia 16.09.2021

Ensino Superior

Diário Academia 15.09.2021

Academia do Porto

Diário Academia 14.09.2021

Academia do Porto

Diário Academia 13.09.2021

Academia do Porto

Diário Academia 10.09.2021

Ensino Superior

Diário Academia 09.09.2021

Ensino Superior

Diário Academia 08.09.2021

Ensino Superior

Encontro Nacional de Direções Associativas

A Federação Académica do Porto (FAP) esteve presente no Encontro Nacional de Direções Associativas que decorreu nos dias 4 e 5 de setembro, no Instituto Politécnico de Setúbal.

Entre os vários temas em discussão, destacamos as três moções propostas pela FAP e aprovadas relativamente ao Abandono Escolar, Orçamento de Estado e Acesso à Profissão.

Abandono Escolar:

  • Cumprimento do disposto na Resolução da Assembleia da República n.º 60/2013, a propósito da apresentação anual de um relatório sobre o abandono no ensino superior, que inclua a divulgação dos resultados da monitorização deste fenómeno com base nos indicadores definidos no Artigo 265.º da Lei do Orçamento do Estado para  2021.

 

  • Constituição de um grupo de trabalho, a designar pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) e constituído por todas as partes interessadas, que com base no levantamento estatístico e em toda a demais informação recolhida, proceda à elaboração de um conjunto de recomendações que possam constituir boas práticas no combate ao abandono precoce, incidindo sobre as questões de ordem vocacional, a perceção de dificuldades de empregabilidade, o insucesso  académico  e  as  dificuldades  económicas.

 

Orçamento do Estado:

  • Reforço da dotação destinada a ação social direta de modo a acomodar a alteração ao Regulamneto de Atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior (RABEEES) que visa apoiar de forma mais equitativa os estudantes de pós-graduação e mestrado não integrado, conforme recentemente anunciado pelo Ministro Manuel Heitor.
  • Continuar com a política de reforço das dotações iniciais inscritas para o Ensino Superior em sede de Orçamento do Estado, garantindo-se que o acesso às verbas disponibilizadas através do Plano de Recuperação e Resiliência se traduz num reforço adicional e efetivo dos valores globais disponíveis para o setor.
  • Apoiar, através de linhas de financiamento criadas para o efeito, projetos e programas que visem a renovação dos recursos tecnológicos das IES no âmbito da transição digital perspetivada para os próximos anos.
Diário Academia 06.09.2021

Federação Académica do Porto