Queima das Fitas do Porto

A Queima das Fitas do Porto, da autoria da Federação Académica do Porto, é o maior evento académico de Portugal, organizado, de forma totalmente voluntária, pelos estudantes. 

A Queima das Fitas do Porto acontece, impreterivelmente, na primeira semana completa do mês de maio. Nessa data, os estudantes finalistas despedem-se da Academia e da Cidade que os acolheu, festejando ao lado da comunidade estudantil e de todas as pessoas que, de alguma forma, marcaram o seu percurso. São 8 dias cheios, de atividades e de grandes emoções. Os dias preenchem-se de cerimónias de reconhecimento, com música, dança e desfiles, e terminam no Queimódromo, com noites de festa.

Com o passar dos anos, a Queima das Fitas do Porto evoluiu de tal forma que hoje não é mais um festejo restrito à comunidade estudantil. É, também, uma cerimónia da própria Cidade, que movimenta, já, mais de 400 000 pessoas, unindo a região.

São 11 as Atividades Académicas, que complementam a festa que se vive, e se viverá sempre, no Queimódromo.

 

  • Monumental Serenata | A serenata marca o início da semana da Queima das Fitas. As capas negras cobrem a Baixa da cidade e os Grupos de Fado sobem a palco num ambiente intimista e emocionante. Para muitos, marca o início, para outros, assinala o fim, de ser e viver Academia do Porto.
  • Missa da Benção das Pastas | Celebrada pelo Bispo do Porto, a Missa da Benção das Pastas honra o percurso realizado pelos estudantes e abençoa-os para a vida adulta que agora se inicia. É a despedida, partilhada com os familiares e amigos.
  • XXIII ECAP | O Encontro de Coros da Academia do Porto é uma das atividades mais antigas da semana da Queima das Fitas, cumprindo o seu elevado propósito cultural. Os grupos de Canto Coral da Academia reúnem-se num dos palcos emblemáticos da Cidade e difundem as talentosas vozes e canções.
  • Dia da Beneficência | O Dia da Beneficência é sintoma de uma Academia cada vez mais solidária e socialmente responsável. Os estudantes percorrem a Cidade e recolhem donativos a favor de instituições de solidariedade e causas sociais.
  • Concerto Promenade | O Concerto Promenade é um espetáculo que descodifica e demonstra a força e a beleza da música erudita.  Os estudantes da Academia do Porto com formação musical sobem a palco, acompanhados de uma Orquestra de renome, e convidam o público a sentir o espírito melancólico e saudoso da Academia.
  • Cortejo Académico | São mais de 400 000 estudantes a desfilar pela Baixa do Porto, de todas as Instituições da Academia, criando uma mística ímpar e emocionante. O Cortejo Académico enche as ruas da cidade de cor, de cânticos e de sentimento. É o encontro de excelência entre os amigos e familiares, onde as conquistas são partilhadas e celebradas.
  • XXXIII FITA | O Festival Ibérico de Tunas Académicas reúne as melhores tunas da Academia do Porto. Nos últimos anos, tem-se afirmado como um dos maiores e mais energéticos festivais de tunas do país. É um grande espetáculo, onde convivem tunas, estudantes e entusiastas.
  • Sarau Cultural | O Sarau Cultural é palco dos talentos desconhecidos dos estudantes da Academia do Porto. Numa atmosfera festiva, da música, à dança, ao teatro e muito mais, os estudantes libertam a sua veia artística.
  • Baile de Gala | Com o intuito de celebrar o percurso que agora termina e de recordar os melhores momentos enquanto estudantes, o Baile de Gala recebe os finalistas da Academia do Porto numa noite nobre e muito especial.
  • Chá Dançante | Destinado aos estudantes do penúltimo ano, o Chá Dançante partilha, num clima de profunda elegância e empolgação, as expectativas para o último ano do percurso académico. Conta com o consuetudinário chá e prolonga-se até à hora da ceia.
  • Rally Paper | Com vista à promoção do património arquitetónico e histórico da cidade, dada a sua riqueza e prestígio, os estudantes são desafiados a descobrir os segredos mais emblemáticos da Baixa do Porto. Num ambiente descontraído, os estudantes confraternizam entre si.